Sociedade Alagoana de Gastroenterologia realiza evento sobre implante de TIPS

Dr. Márcio Medeiros,  Dr. James Ramalho Marinho (vice-presidente da sociedade alagoanda de gastroenterologia),  Dr. Edgar Valente (presidente da sociedade alagoana de gastroenterologia),  Dr. Ângelo Bomfim e Dr. Osvaldo Ignácio Pereira (Conferencista)
Dr. Márcio Medeiros,
Dr. James Ramalho Marinho (vice-presidente da sociedade alagoanda de gastroenterologia),
Dr. Edgar Valente (presidente da sociedade alagoana de gastroenterologia),
Dr. Ângelo Bomfim e
Dr. Osvaldo Ignácio Pereira (Conferencista)

Os Médicos Intervencionistas Márcio Medeiros e Ângelo Bomfim, do Serviço de Radiologia Intervencionista e Cirurgia Endovascular do Hospital do Coração de Alagoas e da Angioneuro – Hospital do Açúcar, participaram de evento científico da Socidade Alagoana de Gastroenterologia que com o apoio deste hospital, receberam na cidade de Maceió o Hepatologista e Médico Intervencionsta Dr. Osvaldo Ignácio Pereira para conferir aula sobre as indicações e resultados do implante de TIPS (sigla para shunt porto-sistêmico transjugular). Dr. Osvaldo é uma das maiores autoridades nacionais sobre o assunto, com larga experiência na realização do TIPS. Ele ressaltou a formação dos especialistas deste hospital, que estão aptos à realização do TIPS.
Dr. Márcio Medeiros comentou que em nosso estado ainda são realizados muito poucos procedimentos desse tipo e que deve haver uma demanda reprimida imensa, uma vez que a prevalência de cirrose do fígado em nosso estado não é diferente da que ocorre em outros estados brasileiros. “os médicos envolvidos no tratamentos de pacientes com cirrose hepática devem triar os pacientes e encaminhar os que têm indicação de TIPS para realização do procedimento”.
O TIPS é um procedimento realizado de maneira minimamente invasiva, através de cateteres que são introduzidos pela veia jugular, através do qual se cria uma comunicação direta entre a veia porta e a veia cava inferior, reduzindo a hipertensão na veia porta que existe nos pacientes com cirrose. A hipertensão na veia porta é responsável pelo sangramento digestivo que ocorre pela ruptura nas varizes do esôfago e estômago e pela ascite (barriga d`água) que ocorre nos pacientes com cirrose do fígado.