Tratamento de Aneurismas Complexos com Endoprótese Hércules Modificadas pelo Cirurgião

Há pouco mais de 3 anos, quando sentimos a necessidade de tratar aneurismas complexos da aorta por técnica totalmente endovascular, sem a necessidade de cirurgia aberta convencional. Muitos dos nossos casos não podiam ser tratados com as endopróteses disponíveis no mercado, visto que o aneurisma envolvia os ramos da aorta. Assim teríamos de esperar até 4 meses para que uma endoprótese personalizada, com orifícios para cada ramo da aorta, pudesse ser fabricada e entregue no Brasil e só em seguida o paciente ser tratado. O problema é que durante esta espera, o aneurisma poderia romper e o paciente ir ao óbito.
Diante deste problema, realizamos inicialmente estudos para desenvolver mecanismos para possibilitar tratar estes pacientes com endopróteses usuais e disponíveis em pronta entrega, realizando algumas modificações nestes dispositivos. Finalizado os estudos, iniciamos a aplicação clínica para os casos complexos de aneurisma, em pacientes com necessidade de tratamento urgente e risco elevado de ruptura.
Realizamos o primeiro caso tratado com esta técnica no final de 2014 no Rio de Janeiro e no início do ano seguinte tratamos o primeiro caso em Maceió, no Hospital do Coração de Alagoas.
Em 2016, nosso grupo publicou artigo no Journal Vascular Surgery Cases – publicação oficial da Sociedade Americana de Cirurgia, que tem alcance mundial – demonstrando o passo a passo para realização de nossa técnica. No ano passado, tivemos oportunidade de apresentar este trabalho no Congresso Internacional de Cirurgia Endovascular. Desde então, pudemos realizar este tratamento em conjunto com equipes de outras cidades do Brasil, como Niterói, Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza, totalizando 8 casos tratados no País com esta técnica até o momento. No seguimento destes pacientes, as tomografias mostraram um perfeito tratamento do aneurisma bem como a permanência do fluxo sanguíneo nos ramos da aorta. Assim pode-se considerar que o tratamento alcançou sucesso técnico e clínico esperado.
Na próxima sexta-feira, dia 19 de Maio, estaremos entre renomados palestrantes nacionais e internacionais para apresentar esta técnica, no Encontro São Paulo de Cirurgia Vascular e Endovascular. Em seguida, no dia 3 de Junho, já confirmamos nossa apresentação no Simpósio Endovascular em Salvador.