Conferência: Tratamento Endovascular dos Aneurismas Toracoabdominais da Aorta

No próximo Sábado, apresentarei uma conferência sobre o tratamento endovascular dos aneurismas toracoabdominais da aorta, no Simpósio Endovascular – Fronteiras em Salvador/BA.
Lá discorreremos sobre as várias técnicas endovasculares que podem ser aplicadas no tratamento destes aneurismas:

  • Cirurgia híbrida ou Debranching;
  • Stents palarelos;
  • Endopróteses fenestradas e ramificadas;
  • Endopróteses modificadas pelo cirurgião.

Iremos detalhar as vantagens e desvantagens de cada uma destas estratégias de tratamento, ressaltando nossa experiência pessoal no tratamento com endopróteses modificadas pelo cirurgião. Com esta técnica, podemos tratar prontamente pacientes que antes teriam de aguardar até 4 meses para a cirurgia – tempo necessário para que as indústrias produzam um endoprótese personalizada para um paciente. Com nossa técnica de modificação, podemos personalizar a endoprótese no intraoperatório, permitindo o tratamento do aneurisma sem espera. Levando em consideração que o risco de ruptura de um aneurisma aumenta com o passar do tempo, acreditamos que tratar precocemente estes pacientes é a estratégia mais adequada.