Aterosclerose: entenda a doença que causa formação de placas nas artérias

Apesar do nome “diferente”, a aterosclerose é bastante frequente na população, principalmente com o passar da idade.

Se trata da formação de placas de gordura e outras substâncias nas paredes das artérias, que com o passar do tempo calcificam e, dependendo da espessura, podem provocar obstrução dos vasos, impedindo a passagem do sangue.

Essa situação é chamada de estenose ou estreitamento. Quando isso ocorre, o fluxo de sangue é reduzido, podendo causar falta de circulação (isquemia), ou, em uma situação mais grave, as placas de gordura podem se desprender e serem levadas até aos órgãos.

 

Fatores de risco

A aterosclerose tem como principal fator de risco o tabagismo. O diabetes é considerado o segundo maior fator de risco, seguido do colesterol alterado, pressão elevada, predisposição genética e o avançar da idade, que também faz com que os vasos se estreitem e calcifiquem.

Dependendo de onde a circulação sanguínea está comprometida, o paciente pode sentir diferentes sintomas, por exemplo: no coração, pode haver dor no peito e até infarto, já no cérebro, aumenta o risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

 

Tratamentos

O tratamento clínico é feito baseado nos fatores de risco, ou seja, controlando a pressão, parando de fumar, melhorando a alimentação e praticando exercícios físicos. Em resumo, adotando um estilo de vida saudável. Essas mudanças de hábito irão tanto prevenir, quanto fazer com que a doença seja estabilizada.

Para os pacientes que já estão em uma fase mais avançada da aterosclerose, pode ser feita uma angioplastia, fazendo com que o fluxo sanguíneo se normalize através da passagem de um cateter direcionado ao vaso afetado.

É importante frisar que, mesmo após a angioplastia ser realizada pelo médico, é essencial que o paciente permaneça realizando o tratamento clínico adequado e mantenha a rotina de exercícios físicos e alimentação com baixa ingestão de gordura e sódio, para evitar que a doença reapareça no mesmo local ou em outras partes do corpo.

Related Posts

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.