Conheça os 3 principais fatores de risco para aneurisma de aorta

A artéria aorta é o maior vaso sanguíneo do corpo humano. Ela inicia no coração, passa pelo peito e, no abdômen, se divide para as pernas.

Geralmente, a região abdominal é a mais afetada pelo aneurisma – doença que consiste na dilatação do vaso. Com o tempo, esse aneurisma pode acabar rompendo, causando fortes dores, hemorragia interna grave e até óbito.

É importante conhecer os fatores de risco para desenvolvimento de aneurismas de aorta para que, quando possível, eles sejam evitados. São eles:

O tabagismo é o principal fator de risco, pois causa enfraquecimento da parede das artérias e torna a região propensa ao aparecimento do aneurisma.

O histórico familiar também influencia para que o paciente desenvolva a doença, principalmente se esse familiar for do sexo feminino. Então, fique atento caso algum parente de primeiro grau tenha um aneurisma.

Outro fator importante é o avançar da idade. Pessoas acima de 65 anos que são tabagistas devem investigar o desenvolvimento de aneurismas com um ultrassom simples do abdômen. Esse exame deve ser feito como rotina nesses pacientes.

Caso ele confirme o diagnóstico, exames periódicos devem ser realizados para avaliar a taxa de crescimento do aneurisma. Aneurismas que crescem mais de 0,5cm ao ano e aneurismas maiores que 5cm devem ser considerados para o tratamento cirúrgico ou endovascular.

Para evitar as complicações de um aneurisma de aorta, é fundamental realizar acompanhamento médico, mudar hábitos prejudiciais à saúde e realizar o exame de rotina, já que uma das características mais perigosas dessa doença é que ela é silenciosa.

O aneurisma de aorta é um problema que precisa ser tratado em tempo, visto que a rotura frequentemente causa a morte, muitas vezes antes do paciente conseguir chegar ao hospital.

 

 

Related Posts

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.