Embolização: conheça o procedimento pouco invasivo que trata hemorroidas pelo punho

Já pensou tratar hemorroidas com menos dor e de forma pouco agressiva? O tratamento endovascular da doença hemorroidária é um procedimento inovador, que já vem sendo realizado há alguns anos ao redor do mundo, com resultados bastante satisfatórios, e está disponível no Brasil.

As hemorroidas são veias ao redor do ânus ou do reto que se inflamam ou dilatam. Durante o movimento intestinal, essas veias dilatam-se e retraem-se, geralmente voltando ao tamanho normal. Mas, o esforço repetido para evacuar, seja por intestino preso (obstipação) ou fezes endurecidas, pode dificultar o processo de drenagem do sangue e provocar a formação de hemorroidas.

Mais de 4% da população brasileira sofre com esse problema. Existem vários tratamentos disponíveis, mas a maioria deles causa desconforto ao paciente, pois é realizada por via transanal.

Hoje, a cirurgia endovascular e a radiologia intervencionista oferecem uma alternativa, que é o tratamento por embolização, feito por uma pequena punção na arteria radial (punho).

Neste procedimento, um cateter de 2 milímetros de diâmetro é posicionado nas artérias que irrigam a porção final do intestino. Lá, micromolas são utilizadas com objetivo de reduzir o fluxo sanguíneo para região que irriga a hemorroida.

Com a redução da circulação no local, a hemorroida regride, promovendo a melhora dos sintomas, de maneira rápida e pouco dolorosa. Todo o procedimento é feito de forma ambulatorial, com anestesia local, e o paciente tem alta no mesmo dia, podendo retornar às suas atividades habituais já no dia seguinte.

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.